A Gestão de Pessoas como profissão

02-09-15

A Gestão de Pessoas foi desenvolvida dentro da área de Administração de empresas como uma especialidade dedicada a potencializar os talentosos trabalhadores.

Com base no conceito de potencial humano, a Gestão de Pessoas leva em conta as aptidões individuais de cada trabalhador, desde sua capacidade técnica até a facilidade de relacionamento e comunicação, para compor quadros funcionais mais eficientes e satisfeitos.

Conheça melhor a importância do Gestor de Pessoas para as empresas e os funcionários, onde estudar e as atribuições deste profissional!

O Profissional de Gestão de Pessoas
O profissional de Gestão de Pessoas deve ter um bom conhecimento de Psicologia, Administração de Empresas e Gestão. Ele trabalha normalmente no departamento de Recursos Humanos e pode desempenhar diversas funções. Conheça algumas:

Mapeamento e avaliação de competências
Recrutamento e Seleção
Benefícios e Remuneração
Treinamento e Desenvolvimento
Tecnólogo em Recursos Humanos

É possível ingressar na carreira de Gestão de Pessoas com o curso de tecnólogo em Gestão de Recursos Humanos. Esta formação tem duração média de dois anos e as disciplinas abordam temas como: Administração, Psicologia, Relações Trabalhistas, Contabilidade e Informática. O curso capacita o profissional a desenvolver e gerenciar planos de carreira dos funcionários, analisar estratégias institucionais, elaborar planos de recrutamento, seleção e treinamento de pessoal.

A Importância da Gestão de Pessoas nas Empresas
De acordo com os conceitos da Gestão de Pessoas, o maior patrimônio da empresa não é o seu capital (dinheiro) e nem mesmo a sua tecnologia, mas o seu quadro de funcionários. Estudos feitos por importantes institutos de pesquisa e universidades apontam uma tendência interessante:

20% do total de vendedores de uma empresa fazem 80% das vendas
20% dos representantes de uma empresa fecham 80% dos melhores negócios.
20% dos fazendeiros de um país geram 80% dos alimentos para a população.
Desta maneira, podemos dividir os funcionários em 3 categorias:

Funcionários Alpha: Correspondem, em geral, a 20% do quadro de empregados. São os mais competentes e motivados dentro da empresa, apresentam liderança, alta capacidade para resolução de problemas, uma excelente capacidade de adaptação e um alto comprometimento. Seu objetivo é “crescer junto com a empresa”.
Funcionários Comuns: Correspondem, em geral, a 70% do quadro de empregados. São esforçados, porém, sem muita motivação. Têm o perfil de liderados, preferem estabilidade ao invés de mudança e têm um bom nível de comprometimento com a empresa. Seu objetivo é “trabalhar e cumprir com o seu dever”.
Funcionários Sem Compromisso: Correspondem, em geral, a 10% do quadro de empregados. São adeptos do mínimo esforço e fazem somente o que é explicitamente designado. Têm um nível mínimo de comprometimento com a empresa. Seu objetivo é “manter o emprego”.

Deixe um Comentário

comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *